domingo, 26 de julho de 2009

Quem é um Discípulo Verdadeiro? por Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Thakura Prabhupada




nitya-lila pravistha om visnupada
Sri Srimad Bhakti Prajnana Kesava Gosvami Maharaja


Inspirado e sob a guia de
Sri Srimad Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja

Pergunta 1:
Quem pode entender os segredos de bhajana?

Resposta: Apenas um servo excepcionalmente íntimo (visrambha-sevaka) dos pés de lótus de Srila Gurudeva, que é o melhor dentre os ardentes seguidores na linha de Sri Svarupa Damodara e Srila Rupa Gosvami, podem penetrar nos mistérios de bhajana. Um servo íntimo é um devoto possuidor de guru-nistha, ou aquele que possui uma fé inabalável e amor pelos pés de lótus de Srila Gurudeva. O sruti, ou literatura Védica autorizada, declara:

yasya deve para bhaktir
yatha deve tatha gurau
tasyaite kathita hy arthah
prakasante mahatmanah
Svetasvatara Upanisad, 6.23

“A verdadeira importância das escrituras é revelada no coração daquelas grandes almas que têm bhakti inabalável por seu guru e pelo Senhor Supremo.”

Pergunta 2:
Como atingiremos força espiritual?

Resposta: Se servirmos Sri Gurudeva com ardente devoção e amor, profunda força espiritual entrará em nosso coração. Apenas através do serviço ao mestre espiritual e do santo nome pode-se obter bhakti-bala, a força da devoção.

Pergunta 3:
Quando agimos por dever, isso é considerado bhakti?

Resposta: Sentimentos de dever, débito e assim por diante, são funções da mente. Não são características ou a natureza constitucional da alma. A ação por obrigação opera no nível da mente, inteligência e falso ego, enquanto que bhakti funciona no nível da alma. Qualquer atividade que não seja executada por puro amor não é bhakti pura. Somente ações executadas com priti são bhakti pura. O dever é nada mais que uma regulação. A característica natural da alma é bhakti, e a característica natural da mente é agir por dever. Agir de acordo com a natureza da alma é a única maneira de assegurar nossa real riqueza.

Pergunta 4:
O que significa anyabhilasa?

Resposta: “Enquanto permanecer nesse mundo, simplesmente satisfarei meus próprios sentidos”. Tal desejo separado da vontade de agradar Krsna é anyabhilasa.

Pergunta 5:
Como podemos dissipar nossa falsa identidade de ser o agente da ação?

Resposta: Seja mais baixo que uma folha de grama – em outras palavras, identifique-se como um servo do Senhor Supremo. Então a concepção de ser o agente da ação não existirá de forma nenhuma. Nesse momento, pode-se cantar o santo nome de Krsna com bem-aventurança.

Pergunta 6:
Quando a entidade viva atinge sua riqueza última?

Resposta: A realidade absoluta se torna acessível a nós apenas quando tomamos abrigo aos pés de lótus do mestre espiritual, e quando, rendendo-nos completamente a ele, fazemos serviço a Krsna com nossa vida e alma.

Pergunta 7:
Krsna ouve as preces de quem?

Resposta: “Ó Krsna, não desejo nada de Você para minha própria felicidade. Respeitosamente concordo completamente com o que quer que Você deseje. Se isso significar que eu tenha que sofrer, então esse sofrimento será meu prazer. Você é a corporificação da auspiciosidade, e portanto não há nada inauspicioso em Seus arranjos.” Se um servo possui esse tipo de fé sincera, Krsna aceitará suas preces; de outro modo, Ele não aceitará.

* * *

Pergunta 8:
Quem é um discípulo verdadeiro?

Resposta: Só é um discípulo verdadeiro aquele que é capaz de render-se completamente aos pés de lótus de Sri Gurudeva, sobre o qual o Senhor Supremo Sri Krsna conferiu a total responsabilidade por seu bem-estar.

“É responsabilidade minha submissamente aceitar quaisquer arranjos que Sri Gurudeva faça para meu bem-estar.” Essa é a atitude verdadeira de um discípulo real. Sem isso, inauspiciosidade é inevitável. Discípulos reais são aqueles que constantemente servem o Senhor Supremo sob a direção do mestre esiritual, sem tornarem-se desfrutadores - ou seja, sem tentar usar seus sentidos para desfrutar dos objetos dos sensoriais.

Tudo nesse mundo é um instrumento para servir Sri Guru; tudo é para o serviço a Krsna. Se alguém desejar desfrutar desses instrumentos de serviço a Sri Guru, nunca atingirá qualquer auspiciosidade. Se não pudermos perceber o guru em tudo, então a inauspiciosidade será inevitável para nós.* Um verdadeiro discípulo realiza isso no fundo de seu coração e executa serviço ininterrupto ao mestre espiritual e a Krsna como o único objetivo de sua vida.

* Um discípulo verdadeiro não vê os objetos comuns desse mundo da mesma maneira que uma pessoa comum. Ele tem guru-darsana em tudo que faz e vê. Alguém que não tem guru-darsana vê a realidade mundava e olha para as coisas com humor de desfrute. Além disso, guru-darsana significa ver tudo como superior a si mesmo e como sendo útil para o serviço a Krsna.

Um discípulo verdadeiro constantemente tem guru-darsana, tanto internamente quando externamente. Embora ele se caracterize como pequeno e insignificante (laghu), sua visão é grandiosa e profunda, pois não vê nada para seu próprio desfrute.

Um discípulo sincero sempre tem perfeita consciência de que além de seu mestre espiritual, nada nesse mundo pertence a ele. O verdadeiro discípulo está sempre situado em sua identidade como um servo do mestre espiritual (guru-dasa), o qual ele considera como sendo não diferente do Senhor Supremo. Ele mantém profunda fé e amor natural por ele.

Um verdadeiro discípulo considera o mestre espiritual como sendo o mais próximo de sua alma, e muito querido a Krsna, considera-o como o objeto de seu amor e afeição, seu mestre eterno, eternamente adorável e sua vida e alma. Um discipulo verdadeiro sabe que Sri Gurudeva é simultaneamente a epítome de bhakti e a corporificação do Senhor Supremo. Sri Gurudeva é mais querido a Sri Krsna que Sua propria vida, e é Sua não-diferente manifestação (prakasa-vigraha).

Nao há possibilidade de atingir serviço a Krsna sem se tornar servo dos pés de lótus Sri Gurudeva. Apenas aqueles que executam serviço a Sri Guru são verdadeiros Vaisnavas, ou verdadeiros discípulos. Além deles, todo o resto é ahamkara-vimudhatma, “emaranhado pelo falso ego” [veja Bhagavad-gita, 3.27]. Em palavras sinceras, eles querem se tornar desfrutadores.

Traduzido para o Inglês do
Srila Prabhupadera Upadesamrta.

Srila Prabhupadera Upadesamrta é uma compilação das instruções de Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Thakura Prabhupada na estrutura de perguntas e respostas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



All glories to Sri Guru and Gauranga!

Gaura premanande Haribol!

Hari Katha por Tridandisvami Sri Srimad Bhaktivedanta Narayana Maharaja




Sri Brahma-samhita Sri Guru-tattva and Seva Batasur
Selected Nectarean Advise Sri Vyasa Puja Rules For The Temple
Thakur Bhaktivinode The Serpent Kaliya The “Golden” Stone Pot
Organised Religion Every Wave is Favorable Residence in Vraja
Sripada Visvanatha Cakravarti Thakur Sanatana-dharma Transgressing Ones Adhikara
Killing Of Putana Upakhyane Upadesa Initiation Into Spiritual Life
Talk About the Absolute Relative Worlds Associates Of Sri Caitanya
Vaishnavism Real and Apparent Assuming Responsibility of Being Guru The Correct Angle of Vision
Discourse on the Absolute Nomenclature of the Absolute Explorations in Vedantic Truth
The Forgetfulness of the Humanists Holy Talks of the Supreme Lord Introduction to Shri Krishna
Notes from a Discourse Colloquies with Foreigners The Pathway to Highest Blessedness
A Probe Into Life's Relativities Be Humbler Even Than a Blade of Grass The Chanters of the Kirtan of Lord Hari
The Vedanta -- Its Morphology and Ontology A Word to Our Madhva Brethren The Standard of Living in Gaudiya Math
What is the Most Severe Nama-aparadha? Utilize Every Moment to Attain True Well-being Should One Accept Disciples?
Sri Nama-sankirtana The Highest Vaisnava Sees Himself as the Lowest of All Words of Wisdom
Reverence for the Mundane World is Aversion to Sri Hari Chant the Transcendental Word to Others or He will be Eclipsed Sri Rai Ramananda
Sannyasa Garb Will Not Make Things Easier The Treasure of Bhakti Why are we not realizing Bhagavan?
What Sri Caitanya Meant by Theism Unalloyed Theism

Cante Hare Krsna e Seja Feliz ...Jai Radhe !

http://erickayne.files.wordpress.com/2008/08/20080824_janmashtami_elk_08_blog.jpg